Ups!!!... O meu parceiro está interessado no nudo naturismo...

     
O seu parceiro(a) interessou-se pelo nudo naturismo, e agora ? Deve ou não acompanha-lo(a) e partilhar esse momentos com ele(a)?

Para quem nunca praticou nudo naturismo este passo pode ser complicado, podem existir medos e hesitações, um sem numero de pensamentos ou de questões podem aflorar o seu pensamento.

Mas... se existem centenas de milhares de naturistas espalhados pelo mundo inteiro, se existem centenas de espaços abertos ao publico, se existem cruzeiros naturistas, etc.... todas essas pessoas superaram essa barreira inicial e hoje vivem em comunhão com a natureza, em paz com o seu corpo e socialmente com outros praticantes.

Se eles conseguiram você vai conseguir, o momento chega quando menos se espera ou é fruto de trabalho e preparação pessoal

Talvez contando sobre a minha primeira experiência com recreação nu vai levar você para esse fim. Eu estava de férias em um resort no Caribe. Os dois primeiros dias foram passados ​​na praia sentado em um maiô encharcado e se irritou por areia. Eu me inscrevi para uma viagem de barco de dia e piquenique em uma praia em uma ilha longe do resort. Quando estávamos saindo, eu descobri que a excursão foi para uma ilha com uma praia de nudismo! Eu decidi ir de qualquer maneira, pensar de jeito nenhum alguém me sair do meu terno. E manteve-se firme e, de fato, fui a última pessoa a dar o passo e retirar meu maiô - Eu fui o último a se vestir para voltar ao resort.

Por que não havia alguém me falou isso antes? Já passaram mais de 30 anos. A frase, "nu quando possível, vestido quando prático," definitivamente me descreve actualmente . Eu faço uso apenas de  sapatos quando estou limpando a casa, mas porque eu tenho o hábito de atropelar os dedos dos pés com o aspirador de pó.

Passada a primeira reacção e ultrapassado o desconhecimento que existem organizações locais, nacionais e internacionais, para além dos espaços acima referidos.

Lendo informação disponível sobre esta temática, a conclusão é que após a primeira visita ou o primeiro momento ao natural, todos os receios, sentimentos e apreensões se desvaneçam, mas terá de experimentar por si mesmo, pois cada forma de estar e sentir é única.

Acredite no seu companheiro, se tem um bom relacionamento ele(a) não lhe vai pedir para fazer algo errado ou desagradável, antes pelo contrario quer, deseja e escolheu partilhar e vivenciar consigo um momento pleno com a natureza.

Se lhe pediu é porque é importante, e se é importante para um membro do casal também o deve ser para o outro, terá peso para a relação, para a partilha e comunhão a dois e para o vosso bem estar.

Aproveitem visitem um espaço ou um encontro de naturistas, não terá de se despir de imediato, mesmo que no primeiro dia não de o passo de se despir, já deu o passo de ir até lá de acompanhar o seu parceiro(a)

Algumas pessoas tem receio do seu corpo, de o companheiro(a) fazer comparações de ficarem "a perder", .... nada mais errado o naturismo não é um concurso de beleza mais sim de bem estar, a roupa não se compra numa loja, já se nasceu com ela, somos um no meio de tantos outros, e todos os outros estão descontraídos e à vontade, o mais importante será descobrir o interior de cada um e não o seu exterior pois esse está visível e torna-se comum no meio de tantos outros.

O mais importante será celebrar o momento como seu companheiro(a), vive-lo e saboreá-lo a dois.

Lembre-se que por detrás de tantos corpos estão pessoas com actividades e profissões normalíssimas, transversais a toda a população, médicos, advogados, mulheres, taxistas, contadores, secretárias, empregados de tudo e mais alguma coisa, professores, mães, pais, avós, adolescentes, crianças.

Será uma sensação maravilhosa de conhecer inteiramente novas pessoas e desfrutar de novos interesses e actividades. Não é uma coisa peculiar que você tem que experimentar para acreditar, mas há uma simpatia cerca de nudistas que geralmente você não vai encontrar em qualquer outro grupo.

Depois  do primeiro passo vai sentir o antes e o depois, vai perguntar porque é que eu não fiz isto antes. Tente dormir nu(a), se você ainda não o faz, assim que se acostumar com isso, você não vai querer dormir de outra maneira.

O primeiro passo pode ser difícil, mas depois  quando você tomar o seu duche ou banho e não pegar um robe, excepto para o seu  conforto. Fazer as unhas ou definir o seu cabelo ou apenas ler o jornal nu, vai começar a gostar e a sentir conforto e bem estar, e a partir do momento em que se sente confortável tudo o resto desaparece e o nu ganha significado na sua vida e na sua forma de viver.

E neste processo tão simples e natural a vossa vida a dois ganha mais bem estar, conforto, partilha e comunhão.

Tradução livre e adaptada
Fonte

Mensagens populares deste blogue

Naturismo em familia

Adão conhece Eva, o Nu na TV

Comporta - Praia mista