Avançar para o conteúdo principal

Insucesso das campanhas contra a censura do Facebook


Num anúncio publicitário para um seguro automóvel com três amigas idosos sentadas numa sala de estar, uma mulher fala sobre como deixou de ser necessário enviar cartões postais de férias, porque agora ela pode publicar as suas fotos no seu mural. Por isso, o seu mural passou a significar para ela a sua sala de estar. Quando uma das suas amigas desafia os seus pressupostos ela reponde: " Eu cancelo a nossa amizade (unfriend)". Ao que a amiga responde:" Não é assim que isso funciona, não para isso que estas coisas funcionam"



Este poderá ser o problema com os esforços levados a cabo pelos membros da comunidade nudista e naturista que estão a lutar contra a proibição da nudez não sexual no Facebook.

A comunidade pretende que o FB venha a permitir alguma nudez. Mas não é assim que as coisas funcionam no FB.

Em primeiro lugar o Facebook não é uma empresa pública. O FB é uma empresa privada de comunicação social que vende e vive da publicidade.

No FB não temos direitos de liberdade de expressão que possam ser reivindicados porque o FB tem políticas que "censuram" o que podemos desejar colocar "online".

Quando abrimos uma conta no FB estamos a concordar com certas condições de serviço que nos retiram esses direitos. Quando se concorda com os termos de serviço é porque estamos a concordar e iremos cumprir com as políticas da empresa.

É por isto que mesmo as pessoas ou entidades muita abertas e defensoras da nudez não estão interessados em assumir a causa anti FB.
Simplesmente não à volta a dar, não à como terminar a censura. Mas esta, não será porém o maior razão, porém, não é a maior razão pela qual o esforço não vai dar resultado.
O FB é um negócio, o negócio de ganhar dinheiro com a venda de publicidade. Quanto mais puderem direcionar a publicidade mais podem cobrar por ela.

Para isso o FB reúne informações sobre seus utilizadores alimentando deste modo a sua base de dados, de seguida através de um algoritmo de software que agrega os dados serve os anúncios aos seus clientes de publicidade.

O FB quer reunir o máximo de dados sobre os utilizares para permitir aos seus anunciantes atingirem os seus objetivos ou publico alvo.

E é aqui que reside o maior problema, nudistas e naturistas não representam um publico alvo suficiente quer em termos de praticantes quer em termos de anunciantes.

O nu apenas importa para o FB se afastar os utilizadores que são relevantes para o FB.

Este poderá ser o motivo que está por trás da limpeza (bloqueio) de proeminentes páginas naturista / nudista.

Se estas páginas passarem despercebidas não são relevantes, logo não são importunadas.

O problema é que estas paginas existem para divulgar, para atingir pessoas de forma activa e promover o estilo de vida nudista e naturista. voou sob o radar, então eles podem não importa.

Isso significa chegar ao maior público possível logo não ser imperceptível.

Assim, as duas coisas estão em desacordo, em lados opostos pelo que o FB não vai sacrificar a eficácia de seus dados para satisfazer um grupo muito pequeno de pessoas de quem eles irão receber nenhum pagamento.

Finalmente qualquer possibilidade de o FB permitir alguma nudez é um tiro no escuro.

Simplesmente não há uma maneira fácil para o FB de encontrar um meio termo entre a nudez não sexual e a nudez sexual, possibilitando gerir de forma automatica a nudez permitida.

É do interesse e rentabilidade do FB realizar as suas tarefas de controle da forma mais simples possivel permitindo contratar terceiros para realizar estas tarefas.

Se o FB fosse para dar luz verde à nudez estaria a abrir a porta a todos os tipos de problemas com a tentativa de descobrir o que é não-sexual e qual é a nudez sexual ou pornografia.

Isso representaria mais esforço e mais custo que o FB normalmente vai querer gastar. Então, a unica possibilidade é manter as coisas simples mantendo uma proibição geral de qualquer tipo de nudez.

Poderão vir a ser realizados pequenos ajustes de forma a suavizar a pressão sobre o FB (por exemplo permitir fotos de amamentação desde que as mães estejam vestidas ou pouco expostas.), desde que os anunciantes e destinatários aceitem.

Este esforço realizado por o nudistas / naturistas não deve ser contabilizado em números.

As pessoas envolvidas nas campanhas anti censura no FB devem ser apreciadas e elogiados, e poderão contribuir para que alguns passos sejam dados e alcançados, mas as razões aqui apresentadas são infelizmente os motivos pelo quais os resultados serão escassos ou nulos.

Partilha nos comentários a tua opinião sobre o FB e como lutar pelo acesso à divulgação do estilo de vida naturista e nudista no Facebook.

Fonte
___________________________________________________________________

Mensagens populares deste blogue

Naturismo em familia

É já no próximo sábado que vamos estar na praia Palheirão, está previsto uma temperatura máxima de 32ºC para o próximo dia 6 de Agosto, para a zona de Mira-Cantanhede.

Muito importante, não estão previstos Ventos para aquela zona! (N-11Km/h).

Recomendamos que evite uma exposição solar muito grande, e faça uso de protector, especial atenção às crianças. Ingira muitos líquidos, sem álcool.

Cumpra todas as regras de segurança nas praias , especial atenção às praias não vigiadas.

Contamos com a tua presença, procura as nossas bandeiras.

Junta-te a Nós! Naturalmente que contamos contigo nas nossas atividades, para juntos podermos fazer ainda mais pelo Naturismo!

www.cncentro.org

Adão conhece Eva, o Nu na TV

"Adão Conhece Eva" um programa de televisão na RTL 5 da Holanda. O novo Reality show do canal RTL 5 coloca os concorrentes totalmente nus e está a fazer sucesso na Holanda.

Será que Portugal tem mercado para este tipo de programa?

"Adam Zoekt Eva" (Adão conhece Eva) coloca os concorrentes numa ilha paradisíaca perto do Panamá sem roupa. Os homens e mulheres têm de travar conhecimento, tendo por objetivo descobrir “o verdadeiro amor”.

Comporta - Praia mista

Região: Costa Azul - Concelho de Grândola - Distrito de Setúbal Localização: A sul da praia têxtil de Comporta Como chegar: A partir de Alcácer do Sal tomar a N253 em direcção a Comporta. Na localidade de Comporta virar para Norte e seguir pela estrada até um cruzamento com uma estrada de terra batida. Tomar essa estrada em direcção à praia. Ao chegar à beira-mar tomar a direcção sul. Facilidades: Bar na zona têxtil
GPS: N  38°22'55.53" W   8°48'6.08"




Fica a Sul da Península de Tróia, logo abaixo de Setúbal, mas separada pelo Rio Sado. A forma mais directa de acesso consiste em atravessar o rio de barco, entre Setúbal e Tróia, e seguir pela estrada nacional 253-1. Também se pode alcançar a partir de Alcácer do Sal pela N253 ou pela N261 para quem vem de Sul. Existem restaurantes e estacionamento na Praia central (textil). Uma vez na Comporta, tanto pode seguir-se para Norte como para Sul da Pra…