Avançar para o conteúdo principal

2 de 8: Apoiar a FPN - Federação Portuguesa de Naturismo

Apoia e defende os direitos dos nudistas e naturistas 2 de 8


Apoiar a FPN - Federação Portuguesa de Naturismo  

As organizações portuguesas não têm um comité ou núcleo como o Naturist Action Committee dos Estados Unidos.

Como tal é cada uma por si só, ou algumas (raras) vezes em articulação e trabalho conjunto entre elas, na realização de tarefas "políticas" ou de lobby junto das autoridades competentes a nível local e nacional.

Todos juntos podemos fazer a diferença nas nossas organizações, ao sermos mais participativos e mais exigentes nas suas Assembleias Gerais podemos e devemos marcar e definir um rumo que defenda mais os nossos interesses.



Apoiar a FPN pode passar por contribuir de forma generosa e altruísta para esta organização.

Esta ajuda seria uma forma grata que permitiria apoiar e ajudar a suportar o seu funcionamento, sendo desta forma extensível a todas as organizações naturistas ou podendo também ser um apoio directo a todas as organizações.

A ajuda pode ser na forma de adesão ou manutenção da condição de membro, como foi descrito no artigo anterior (1 de 8) ou então na forma de donativo de uma pequena quantia.

Por exemplo um donativo de 5 € por ano é inferior a um café por mês, mas fará toda a diferença para as nossas organizações que vivem essencialmente das receitas de quotas ou da emissão do Cartão Naturista no caso da FPN.

Mas mesmo que não possam ajudar financeiramente existem muitas formas de apoiar estas organizações de forma digna. Basta escolher e a adoptar uma que vos convenha. 

Todas as organizações portuguesas publicam artigos em redes sociais, permitindo fornecer informações actualizadas sobre várias questões, políticas, legais ou outras, com consequências ou influências para os nudistas e naturistas portugueses.

Por vezes, estes alertas fornecem simples informações básicas sobre uma questão importante, outras fornecem sobre as suas actividades ou partilham espaços, acontecimentos e eventos.

Seria importante também existirem momentos em que as nossas organizações mobilizem de forma coordenada os seus membros, amigos e simpatizantes para um apoio activo às causas naturistas e nudistas, para que possam de forma individual participarem em reuniões públicas, escrever uma carta ou um e-mail aos representantes políticos locais e nacionais e a entidades sobre a tomada de decisões que afectam o nosso estilo de vida.

No entanto, podemos e devemos ser ainda mais activos na defesa dos direitos dos naturistas e nudistas junto das nossas organizações que precisam de forma continuada de voluntários para as suas tarefas ou de membros para os seus Corpos Sociais.

Podemos também ser mais participativos nos eventos organizados, mostrando e dando maior força às nossas organizações e aos seus dirigentes.

A vossa ajuda financeira e/ou trabalho poderá fazer uma grande diferença ou mesmo toda a diferença, para a sobrevivência ou morte das organizações que se dedicam ao associativismo naturista e nudista. Artigos adaptados a serem publicados:
  • Artigo principal 8 estratégias activas em suporte do estilo de vida a nu;
  • 1 - Adere a uma organização
  • 2 - Apoia a Federação Portuguesa de Naturismo;
  • 3 - Sai do armário;
  • 4 - Escreve a jornais locais e nacionais;
  • 5 - Escreve às entidades locais e nacionais;
  • 6 - Cria um blog sobre naturismo;
  • 7 - Liga-te a outros naturistas;
  • 8 - Envolve-te em projectos locais

Credito: Adaptado ao naturismo em Portugal a partir do artigo publicado por Larry Darter, pelo blog Caminhar ao Natural,  visita o artigo original.

_________________________________________________________________


Mensagens populares deste blogue

Naturismo em familia

É já no próximo sábado que vamos estar na praia Palheirão, está previsto uma temperatura máxima de 32ºC para o próximo dia 6 de Agosto, para a zona de Mira-Cantanhede.

Muito importante, não estão previstos Ventos para aquela zona! (N-11Km/h).

Recomendamos que evite uma exposição solar muito grande, e faça uso de protector, especial atenção às crianças. Ingira muitos líquidos, sem álcool.

Cumpra todas as regras de segurança nas praias , especial atenção às praias não vigiadas.

Contamos com a tua presença, procura as nossas bandeiras.

Junta-te a Nós! Naturalmente que contamos contigo nas nossas atividades, para juntos podermos fazer ainda mais pelo Naturismo!

www.cncentro.org

Comporta - Praia mista

Região: Costa Azul - Concelho de Grândola - Distrito de Setúbal Localização: A sul da praia têxtil de Comporta Como chegar: A partir de Alcácer do Sal tomar a N253 em direcção a Comporta. Na localidade de Comporta virar para Norte e seguir pela estrada até um cruzamento com uma estrada de terra batida. Tomar essa estrada em direcção à praia. Ao chegar à beira-mar tomar a direcção sul. Facilidades: Bar na zona têxtil
GPS: N  38°22'55.53" W   8°48'6.08"




Fica a Sul da Península de Tróia, logo abaixo de Setúbal, mas separada pelo Rio Sado. A forma mais directa de acesso consiste em atravessar o rio de barco, entre Setúbal e Tróia, e seguir pela estrada nacional 253-1. Também se pode alcançar a partir de Alcácer do Sal pela N253 ou pela N261 para quem vem de Sul. Existem restaurantes e estacionamento na Praia central (textil). Uma vez na Comporta, tanto pode seguir-se para Norte como para Sul da Pra…