Primeira Vez - 6

Ainda não tinha escrito nada aqui, sobre esta forma de estar, que abracei e viverei com intensidade, certamente pela vida fora...

O texto que aqui coloco foi adaptado de outro que postei no site dos Jovens pelo Naturismo...

Tudo começou num belo final de tarde de 2005 , em que ao som da Antena 3, chegava ao fim de mais um dia de trabalho nas vendas... estava 400 km longe de casa.

A Prova Oral, nesse dia, tinha uma convidada, que falava sobre um tema que ao longo do programa me foi despertando a curiosidade... o naturismo. Uma hora que iniciou uma evolução da forma de estar e pensar.

Chegado ao Hotel, fui pesquisar na Internet o que havia sobre o assunto...
E se há muito sobre naturismo... Filosofia de vida, experiências vividas, praias, campismo, etc.

Estava despertada em mim a vontade de experimentar... e de me libertar das amarras que tinha, porque para mim sempre foi difícil estar nu perante o outro.

Chegado a casa e com algum receio da reacção da Paula estava decidido a contar-lhe e a partilhar com ela esta descoberta. Navegámos um pouco pela Internet e ela concordou em ir-mos ao Meco para sentir a coisa, com a condição de que se sentisse desconfortável viríamos embora. E assim foi...

Num fim-de-semana Primaveril... fomos até ao Meco. E aquele primeiro impacto é sempre engraçado...

Todas as questões que nos invadem...
Como vai ser? Vai estar tudo a olhar para mim? Terei coragem de me despir? O meu corpo reagirá? etc.,...

O constrangimento dura dois segundos... O tempo de reparar-mos que damos mais nas vistas vestidos que despidos de preconceitos...

Numa praia têxtil, não me lembro de me ter cruzado com pessoas de prótese, pessoas com cicatrizes, obesos, magros, que se viam estar, de bem com a vida... comungando uma forma de estar e de sentir a natureza...

Já lá vão três anos, depois disto ficámos fãs, e federámo-nos para experimentar-mos a Quinta das Oliveiras, uma semana fantástica em que regressámos aos tempos de escotismo, e onde socializámos com outros naturistas pela primeira vez. Fomos até ao Monte O Barão num fim de semana... gostámos tanto da hospitalidade da Laura e do Jeff, que lá voltámos no fim de semana a seguir, e desta vez com mais uma campista... a nossa cadela.

O relaxante e saudoso SPA, e a piscina... Também foram um contributo para nos sentir-mos cada vez mais chegados à família naturista.

No momento em que mando esta pedrada, passamos pela fase de consolidação das amizades que fomos construindo ao longo destes três anos. De muita partilha e convívio. A todos vós e alguns de vós responsáveis pela reactivação deste meu espaço... obrigado por isso e pelos bons momentos...

Por outro lado conseguimos transmitir um pouco desta forma de estar a uma amiga de longa data dos tempos de escotismo... com quem partilhámos um fim de semana fantástico e um banho ao natural numa albufeira beirã...

Obrigado a todos os que lutaram para que isto fosse possível... e espero contribuir também pelo engrandecimento desta forma tão especial de contacto com a natureza...

Uma vez naturista... sempre naturista!!!

Nuno Frade



Fonte
______________________________________________________

Mensagens populares deste blogue

Naturismo em familia

Adão conhece Eva, o Nu na TV

Comporta - Praia mista